sábado, 8 de dezembro de 2012

Jovens para Sempre


O título deste post faz referência ao último livro de Sidnei Oliveira, autor também do livro "Geração Y", já resenhado neste blog (veja o post aqui). Não vou escrever muito e deixar que o próprio autor apresente suas ideias para vocês, no video abaixo, por meio de uma entrevista veiculada hoje no Programa Mundo Corporativo da Radio CBN. Destaco apenas alguns pontos comentados por ele:

1. Com o aumento da expectativa de vida as pessoas estão se "desaposentando".

2. A geração X, caracterizada por profissionais na faixa 40-50 anos, é ainda bastante competitiva no mercado de trabalho. Diferentes gerações, com estilos conflitantes, deverão aprender a conviver.

3. Os jovens estão estudando mais e adiando a entrada no mercado de trabalho, fazendo com que cheguem mais imaturos e despreparados para a "cultura corporativa".

4. O movimento constante de troca de emprego, característica da geração Y, faz com que os jovens não cheguem a ser desafiados à altura de suas competências (por desistirem de um emprego antes de galgar para níveis maiores de desafios).

5. Será cada vez mais comum jovens liderando profissionais veteranos.

6. A nova geraçào Z (hoje na adolescência) será muito parecida com a Geração Y (hoje na faixa dos 30 anos) só que ainda mais tecnológica.

7. A primeira "safra"dessa nova geração (chamada informalmente de Z por suceder a X e Y) é filha da geração X (uma vez que a geração Y está adiando a paternidade) e serão criados com o mesmo "protecionismo", tendendo assim a trazer características da Y. Mas a próxima safra, filhos da Y, já terão de aprender a se virar sozinhos, aprender o que é choque colocando o dedo na tomada...



Veja também o post sobre gerações Boomer, X, Y, Z...