Educação SEM Distância

Acabamos de realizar a atividade "Educação sem Distância" na JOVAED 2011. Foi muito motivador participar de um encontro com tantas pessoas que se dispuseram a ouvir e discutir sobre tecnologias interativas na redução de distâncias em educação, em um lindo domingo de final de semestre. Contamos com participantes de vários pontos do Brasil e até de Portugal.

Na apresentação, baseada no livro de minha autoria "Educação sem Distância", destaquei o conceito de INTERATIVIDADE, a chave para a redução de distâncias, seja em atividades remotas ou presenciais. Foi também ressaltada a importância do conceito de Blended Learning, que integra atividades virtuais e presenciais, característica que deverá estar cada vez mais presente em atividades educacionais, perdendo-se aos poucos o sentido de se separar as modalidades, uma vez que a busca sempre deve ser por uma Educação SEM Distância, ou, simpelsmnente, EDUCAÇÂO.

Veja (ou reveja) o que aconteceu nesse encontro acessando o link da gravação.

Conforme prometido responderei aqui a algumas perguntas que ficaram em aberto. E você, leitor, fique a vontade para colocar outras perguntas (ou outras RESPOSTAS!) no espaço de comentários deste blog.

DÚVIDAS E RESPOSTAS

1. MELISSA: Conhece e/ou já usou o Big Blue Button ?
Sim! O Big Blue Button é um ambiente de webconferência com recursos similares ao Adobe Connect (utilizado nesta atividade). A grande vantagem é que se trata de um sistema ABERTO e FREE!. Já ministrei palestra nesse ambiente e funcionou perfeitamente.


2. FERNANDO GODOY: Se este termo (EAD) não é adequado, qual um outro que seria, pois ao dizer somente Educação Sem Distancia, não vai passar a ideia do modelo (não presencial) que estaria sendo usado? 
A idéia, Fernando, é justamente essa (não haver necessidade de se optar a priori por um MODELO, presencial ou a distância). O conceito de ESD foca na redução das distâncias, não importando onde os alunos e  professores se localizem geograficamente.  O percentual de atividades remotas ou presenciais poderá variar de acordo com as características de cada curso. E esse percentual, obviamente, será do conhecimento do aluno antes de se decidir por cursá-lo. Mas o importante é que  as tecnologais interativas, associadas a metodologias pedagógicas, podem ser aplicadas na redução de distâncias em todas as possibilidades de relações de distanciamento (as quais,como mostrado na palestra, são pelo menos 512 e não apenas duas: presencial ou a distância) .


3. FERNANDO GODOY: Existe algum repositório mundial para jogos educacionais ?
Existem vários. Vou citar um a título de exemplo: o FUN BRAIN.


4. SILVIA GOMES: Os jogos estimulam respostas rápidas, isso não acaba comprometendo a possibilidade de refletir sobre o fato dentro de várias outras facetas?
Nem todos os jogos estimulam respostas rápidas. Basta citar, por exemplo, o jogo de Xadrez.
Cabe ao designer instrucional especificar para o designer de games o estilo e características do jogo, bem como os estímulos que deve provocar, de acordo com as necessidades e objetivos pedagógicos.





Comentários

  1. Obrigada pela resposta.
    Silvia Gomes

    ResponderExcluir
  2. Olá Romero! Já li seu livro e acompanho suas percepções sobre Educação não presencial, sempre que posso. Estive na sua palestra da JOVEAD (fui a participante que desvendou a palavra INTERATIVIDADE, no jogo da forca, lembra?), mas, infelizmente, após os problemas com o ambiente de webconferência não consegui mais voltar e ver sua palestra até o fim. Vou vê-la pelo link disponibilizado, mas saiba que gostei muito até onde vi. Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Romero eu achei interessante o bebe virtual,como gerar a imagem, pois teve um falha de transmissão,me parece que voce usa uma base externa,gostaria de entender melhor.

    ResponderExcluir
  4. Olá Gabriela! Obrigado por sua participação na fase de aquecimento da primeira atividade e aqui no blog. Você estava bem atenta e matou logo a palavra "secreta". Parabéns! Infelizmente naquela noite o sistema não aguentou o grande número de participantes (e todos muito ativos e interativos). Por isso passamos a atividade para o domingo dia 19/6 (e desta vez com pré-inscrições). Espero que goste da gravação. E a interatividade pode continuar aqui no blog. É só colocar seus comentários e dúvidas. Grande abraço. Romero.

    ResponderExcluir
  5. Olá Clara.
    Para a modelagem do bebê (em suas diversas fases, desde o embrião até recém-nascido) foi utilizado o programa BLENDER (http://www.blender.org). Mas pdoeria ter sido utilizado qualquer outro programa de modelagem 3D (como o 3D MAX, por exemplo). A vantagem do Blender é ser aberto e gratuito (além de muito poderoso). Abs, Romero.

    ResponderExcluir
  6. Existe uma resistência a EAD, acredito que seja por causa da distancia física, eu sou formada em pedagogia no ensino presencial e formada em serviço social na educação a distancia, fiquei um pouco tensa nos primeiros dias com a EAD, mas conforme fui descobrindo as ferramentas de interação para tirar duvidas e apresentar idéias, fui gostando, gostando e atualmente, sou professora a distancia...

    ResponderExcluir
  7. Muito legal a gravação com o Adobe. a ideia "Sem" distancia é muito interessante, acredito que possa influenciar na diminuição dos conceitos antecipados que desconhecem que a pesquisa busca diminuir as distancias aproveitando-se das tecnologias.
    Parabéns!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Olá Ligia.

    VocÊ pode ser uma "professora a distância", mas tenho certeza que sua atuação e suas aulas são "sem distância".

    Obrigado por sua participação.

    Grande abraço.

    Romero.

    ResponderExcluir
  9. Obrigado Paulo Cesar.

    Caso ainda não o esteja fazendo convido-o a participar de nosso grupo de discussão "Educação sem Distância" no FACEBOOK: http://www.facebook.com/groups/educacao.sem.distancia

    Grande abraço.

    Romero

    ResponderExcluir
  10. Boa noite!
    O interesse da educação a distância no Brasil é obsevado atualmente pela crescente oferta de cursos. As pessoas podem organizar a própria agenda de estudos, sendo o tempo desenvolvido na melhor conveniência. Os materiais disponibilizados são de excelente qualidade e usufruem de todo recurso, como tutoria em seu acompanhamento. Trabalho em uma instituição conceituada em todos estes recursos e com toda estrutura de acompanhamento ao acadêmico. Enalteço a educação online. Atenciosamente Solanger Fujitani.

    ResponderExcluir
  11. Boa Tarde!
    As mudanças na educação brasileira estão acontecendo com o surgimento das novas necessidades daqueles que se propõem ao aprendizado. O perfil das pessoas que procuram cursar o 3º grau está mudando, além de uma maior adesão da classe C nas faculdades, também temos as pessoas que não tiveram a oportunidade, enquanto jovem, de cursar o ensino superior e agora com uma melhora na economia, identificam o estudo como uma forma de crescimento.
    Para Estas pessoas os cursos EaD se encaixam perfeitamente e para tantas outras que não tem tempo para cursar uma faculdade na modalidade presencial. Espero que os modelos EaD cresçam cada vez mais. Abraços, Dennis Gerevini.

    ResponderExcluir
  12. A AED no Brasil ainda é nova. Esta proporcionando muitas oportunidades as pessoas de fazerem uma graduação, oferece flexibilidade de dias e horários e também o custo.Ela pode mudar a vida das pessoas, desde que realmente sejam comprometidos com o que se propuserem a fazer.
    Em um futuro proximo só irá existir ensino em EAD.
    Parabéns pelo seu blog.Li a matéria no link sobre JOVAED e achei muito legal, pena que não participei.

    ResponderExcluir
  13. Boa noite!
    Trabalho em CEAD e também faço Pós Graduação à distância, acho muito importante nos dias atuais essa nova modalidade de ensino. Apesar das pessoas estarem muitos resistentes a essa nova maneira de estudar.

    ResponderExcluir
  14. Professora Dulcinéia disse...
    Bom dia Professor Romero!
    Trabalho com Educação Online como Professora-Tutora há pouco tempo, mas já posso perceber claramente que conhecemos nossos alunos tanto quanto no presencial ou às vezes até melhor devido a atenção ser praticamente individual.
    Faço um curso à distância que costumo dizer que é distante, longe dos olhos, longe do coração, não existe participação e interação da turma, possui duas tutorias, uma a distância e outra presencial no Polo do curso no qual não sei relatar qual sua função e digo que quando se tem alguma dúvida procuro por todos, colegas, vizinhos, marido, filhos, meu guru google para me ajudarem, pois mesmo tendo "dois Tutores", infelizmente não se tem orientação, incentivo, esclarecimentos e interatividade. Precisamos mudar essa realidade, só não sei como!!!

    Um grande abraço,

    ResponderExcluir
  15. Deborah Costa :
    O professor, no papel de mediador e facilitador de uma aprendizagem significativa, precisa se capacitar para essa nova era da Educação Virtual na qual o aluno também desempenha um papel importante na sua formação e na construção do conhecimento.

    Deborah

    ResponderExcluir
  16. A educação a distância acontece quando professores e alunos passam a desenvolver atividades educativas em lugares e tempos diferente. Isto quer dizer que esta modalidade de ensino se faz através da interação de alunos, tecnologia e professores, não depende apenas do professor, é necessário que o aluno também se esforce para que o ensino-aprendizagem aconteça de modo satisfatório.

    11 de setembro de 2011 12:54

    ResponderExcluir
  17. Olá,nossa adoro esse blog,só tem artigo bom,sempre que dá estou passando aqui,depois que meu amigo me recomendo nunca mais deixei de visitar,alguem sabe me falar se assim aqui é bom www.softwarecelularespiao.org ? abraços,assim que der eu volto pra comentar aqui no blog

    ResponderExcluir

Postar um comentário